Notícias

Equipe DePICT realiza coletas de dados de estresse em cidades europeias

Em maio de 2018, foram iniciadas as medições de estresse e exposição ao ruído de voluntários nas cidades de Oxford e Londres (Inglaterrra), Groningen e Amsterdam (Holanda). As coletas foram divulgadas através da abordagem de pessoas nas ruas e previamente por meio de redes sociais.

Em Oxford, as coletas ocorreram entre os dias 02/05 e 18/05. Em Londres, dos dias 21/05 a 07/06. Em Groningen, dos dias 25/06 a 06/07. E em Amsterdam, dos dias 08/07 a 20/07.

Ao todo participaram 72 voluntários, sendo que 67 destes também responderam ao questionário socioeconômico idealizado para esta pesquisa, no qual também constavam perguntas relativas ao uso de bicicleta como meio de transporte. Os dados ainda estão sendo processados, mas, abaixo, pode-se verificar alguns dos resultados obtidos através deste questionário.

Opiniões dos participantes: em uma escala de 1 (nem um pouco estressante) a 5 (extremamente estressante), quão estressantes são as condições ao longo de sua rota?

gráfico

gráficográfico gráficográfico
gráfico

As coletas dos níveis de estresse e exposição ao ruído utilizaram equipamentos vinculados a um sistema GPS, o que possibilita agregar os dados aos seus posicionamentos, gerando mapas de picos de ruído e estresse.

Para a coleta de ruídos, utilizou-se uma espécie de microfone devidamente calibrado capaz de captar os sons aos quais os voluntários estão expostos ao longo de seus percursos. Para a coleta dos níveis de estresse, foi utilizado um sensor de estresse composto por uma braçadeira com sensores de variações de temperatura e quantidade de suor do usuário, dois indicadores de estresse. Em uma situação de estresse, a temperatura da pele diminui e o suor aumenta – o famoso “suar frio”. A imagem abaixo mostra a maneira com que os equipamentos são utilizados e as fotos individuais de cada um.

equipamentos
Equipamentos utilizados: relógio polar para medição de velocidade e batimentos cardíacos do voluntário (esquerda superior); sensor de ruídos para medição da exposição ao ruído (direita superior); e sensor de estresse para medição da temperatura da pele e quantidade do suor do voluntário (esquerda inferior).

Deixar uma resposta

Se inscreva para atualizações por email




Twitter

O projeto DEPICT tem como objetivo determinar quais elementos dos ambientes urbanos, comunidades locais, e gestão das infraestruturas físicas influenciam os modos de transporte não motorizados, e como esses podem ser otimizados para alcançar uma mobilidade urbana sustentável para todos.

© 2016 Universidade de OxfordSite por Flynn Creative

Traduzir Site


de Transposh - translation plugin for wordpress