Sobre

pessoas

Deslocamentos a pé e de bicicleta constituem, indiscutivelmente, os meios mais sustentáveis de transporte. Eles devem ser tratados como ponto principal de uma transição justa e equitativa para sistemas de transportes com maior eficiência energética e baixa emissão de carbono, de maneira global. Tais sistemas são mais resilientes aos efeitos da volatilidade de preços do petróleo. Além disso, promovem mobilidade e acesso aos destinos de maneira saudável e economicamente viável, independente de status social e econômico.

Percebendo o potencial dos modos não motorizados

A percepção do potencial dos modos de transporte não motorizados depende de melhorias nos aspectos físicos e sociais de infraestrutura que reconheçam as diferenças entre indivíduos e grupos sociais, com respeito às necessidades, preferências, experiências e propósitos. Isto é, não só os ambientes físicos dos sistemas de transporte devem ser modificados para atender às pessoas que os usam, como também devem ser alteradas as práticas de gestão, a implementação de políticas, a disponibilização de informações, a manutenção, os propósitos, valores e conhecimentos (saber como) que guiam estas práticas.

O objetivo do projeto DEPICT

O projeto DEPICT – Desenho e Implantação de Políticas para Incentivo a viagens não motorizadas – tem como objetivo determinar quais elementos dos ambientes urbanos, comunidades locais, e gestão das infraestruturas físicas influenciam os modos de transporte não motorizados, e como esses podem ser otimizados para alcançar uma mobilidade urbana sustentável para todos. Este trabalho será realizado no Brasil, na Holanda e na Inglaterra, três países que possuem grandes diferenças nas práticas relativas aos modos não motorizados devido às diferentes histórias econômicas, sociais, políticas e culturais.

Vamos enfrentar o nosso objectivo através de três temas de pesquisa:

Os resultados de todos os três destes temas serão combinados de forma a aprofundar a compreensão dos efeitos do contexto físico e social sobre peões e ciclistas experiências e necessidades.

Financiamento do projeto

O projeto DEPICT é financiado pelo Conselho de Pesquisa Econômica e Social (Economic and Social Research Council, ESRC), do Reino Unido, pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e pela Organização Holandesa para Pesquisa Científica (Nederlandse Organisatie voor Wetenschappelijk Onderzoek, NWO).

logotipo ESRC
NWO-logo
fapesp_logo

Se inscreva para atualizações por email




Twitter

O projeto retratam visa determinar quais as características dos ambientes urbanos, comunidades locais, e a governança da física curta infra-estruturas influência e ciclismo e como estes podem ser otimizados para alcançar uma mobilidade urbana sustentável para todos.

© 2016 Universidade de OxfordSite por Flynn Creative

Traduzir Site